11 a 18 de Abril - Cordoaria Nacional

Em ano de duplo aniversário – 25 anos da Associação Portuguesa dos Antiquários (APA) e 20 anos de Feira de Arte e Antiguidades de Lisboa – a edição de 2015 do mais importante certame de Arte e Antiguidades em Portugal, regressa à Cordoaria Nacional, em Lisboa, entre os dias 11 e 18 de abril, mostrando o que de melhor existe no país no setor das Antiguidades e Arte Contemporânea. Na edição deste ano vão estar presentes 17 expositores, entre Antiquários e galerias de Arte Contemporânea. De destacar a presença do antiquário francês Alain Dufour, especialista em arte africana, que pela primeira vez, aposta no mercado português.

O elenco de Antiquários presentes no certame de 2015 é constituído por: Antiguidades Manuela Gil; D’Orey Azulejos e Antiguidades; Isabel Lopes da Silva; Manuel Castilho; Manuela Lírio; Miguel Arruda Antiguidades; Ricardo Hogan Antiguidades; São Roque Antiguidades e Galeria de Arte; J.M. Baptista - Jóias, Pratas e Antiguidades; Ilídio Cruz; José Sanina Antiquário; Porcelana da China; Rota do Tempo e Galerie Afrique. Dando continuidade ao esforço que tem sido feito desde 2012, ano que a APA abriu a Associação à Arte Contemporânea, a estes 14 Antiquários juntam-se três galerias de Arte Contemporânea, a Galeria de Arte São Mamede, a Helder Alfaiate Galeria de Arte e Galeria Esteves de Oliveira, promovendo-se, desta forma, sinergias entre o passado e o presente. Neste âmbito, uma das novidades desde ano é a presença da escultura “El Matador”, da artista plástica Joana Vasconcelos, que dá as boas vindas aos visitantes. Nesta obra, a criadora faz uma reinterpretação de São Tiago na sua dualidade de peregrino e guerreiro.

Como já vem sendo habitual, a enogastronomia também ocupa um lugar de relevo no evento, complementando toda a experiência da Feira. Haverá um restaurante de autor a cargo do chef Diogo Cerqueira, da empresa Huge Meal, que promete proporcionar verdadeiras experiências gastronómicas com inspiração mediterrânica, mas tendo por base a cozinha tradicional portuguesa. Os vinhos estão a cargo da Horta Osório Wines, produzidos na Região Demarcada do Douro, que disponibilizará o seu portfólio de vinhos H.O.

Manuel Castilho, presidente da APA, tem boas perspetivas para esta edição: “Portugal sempre foi um país de amantes das artes e de colecionadores dedicados e estamos seguros que as obras de arte de qualidade serão sempre desejadas e colecionadas, apesar das inevitáveis flutuações conjunturais”. À semelhança dos anos anteriores, a Feira de Arte e Antiguidade de Lisboa 2015 conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.

CATÁLOGO 2015

Descarregue o catálogo